Aniversário de 3 anos do Nintendo Switch

Aniversário de 3 anos do Nintendo Switch
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Em mundo altamente globalizado, conectado e tudo portátil, é um grande desafio construir um videogame de sucesso. Algumas empresas passam por sérios apuros nesse processo até atingir o sucesso, mas ele tem um nome, Nintendo Switch.

Vamos lembrar como foi esse processo?

No início, algumas coisas memoráveis aconteceram. Uma que poucos sabem é que a nossa querida Nintendo, tentou fazer uma parceria com a Sony! Pois é, há alguns anos a ideia era criar um console meio híbrido, que não precisasse usar cartuchos. Logo na época que a Sony fez o Playstation 1. Mas por alguma razão, a Sony optou por não compartilhar o segredo e a parceria não segui adiante.

Mesmo assim, além dessa parceria frustrada, a empresa encontrou algumas dificuldades para competir com outros sucessos revolucionários. Quem não se lembra do pseudo fracasso do Nintendo Wii? Problema foi que, à época todos estavam cobiçando o Kinect do Xbox.

Resultado de imagem para wii sports

Wii Sports

Mesmo com uma concorrência desleal, devemos admitir que o Wii era muito legal!

Ainda de volta ao passado da empresa, sabemos que no coração de todos os gamers há um lugar especial para o antigo SNES que mesmo contrariando as expectativas, fez frente aos grandes lançamentos de sua época. Podemos notar que as coisas pra Nintendo nunca foram fáceis, sempre enfrentando gigantes e se fortalecendo no mercado, contrariando as expectativas. De lá pra cá se tornou também um gigante. Talvez por causa desse amor que os gamers passaram a ter.

Nem tudo são flores

Deixando um pouco do passado e focando em tempos mais recentes, as coisas ainda não estavam tão boas assim pra empresa. Decidindo em 2012 continuar os investimentos na linha Wii, a empresa lançou uma versão melhorada chamada Wii U. Para muitos foi outro fiasco, e perda de tempo, pois para esses, era como continuar lutando uma luta perdida! Críticos diziam àquela época que o foco deveria mudar. Especialmente com a ascensão cada vez maior da mobilidade e dos celulares mais poderosos. Perguntas surgiam, ideias, e talvez houvesse fundamento nesses argumentos. Era comum ver consoles portáteis surgindo como foi o caso do PS Vita por aqui na America Latina. Lançado naquele mesmo ano, comparações foram feitas e perguntavam porque a empresa não retomava o projeto do GameBoy pra entrar nessa categoria e lutar ali!

Apesar da opinião dos fãs, a empresa “ignorou” essas discussões e seguiu com seu projeto. O ponto é, que tudo indicava que esse projeto não iria cativar os players, mesmo com o aprendizado das falhas do Wii a empresa não caminhava numa direção certa e a passos determinados. Como diz a expressão, aparentemente, eles estavam – “Batendo cabeça”.

Mais do mesmo

Em resumo, o nintendo Wii U foi meio que mais do mesmo de fato. Assim se passaram 3 anos e por fim, algo surpreendente aconteceu!

Quando tudo parecia caminhar para um caminho obscuro e a empresa iria ficar apenas lembrada por seus maiores heróis, Mário e companhia os próximos anos seriam revolucionários.

Jornada de Herói

Nas palavras do nosso parceiro:

Um pequeno videogame que começou por baixo e conseguiu provar ao mundo o seu sucesso

Coelho no Japão

Exatamente como ele narra no video do canal do Coelho no Japão, a historia desse console foi uma saga de herói!

Depois do breve resumo triste da empresa, vamos falar de como as coisas estavam prestes a mudar para melhor! Exatamente como um dos nossos heróis favoritos, o Nintendo Switch começou a fazer muito sucesso e tirar a empresa do caminho obscuro.

Lançado em 2017 em pareceria com outra empresa o Nintendo Switch começou a atrair atenção e despertar muita curiosidade. Perguntas foram surgindo àquela época. Como funcionam os Joysticks? Como será que é a jogabilidade, etc.

Joy-con

Resultado de imagem para joy con

Joy-cons

A mais marcante, sem sombra de dúvidas foi a respeito dos Joy-cons. Este é sem questionar um dos principais atrativos do videogame!

Os controles, chamados de Joy-con, causaram um pouco de histeria, não era pra menos, o que eles trouxeram foi incrível. Literalmente as pessoas começaram a ficar loucas, dá pra imaginar o que é jogar com alguém sem precisar comprar outro controle? E de quebra, com sensores de movimento!

E3 de 2016

Pouco tempo antes do lançamento, na E3 de 2016 a Nintendo confirmou que Zelda estaria disponível tanto para o Wii U quanto para o Nintendo Switch. Do ponto de vista dos negócios esse lance de lançar jogos para antecessor e sucessor pode ser um problema, por que agrada e desagrada ao mesmo tempo. Pense que você tem um Wii U, isso te agrada, certo? Agora pense que você quer vender o máximo que puder, e digamos que quem vê essa notícia, resolve esperar para comprar junto com o novo console. As vendas podem ficar um pouco paradas. Contudo, não foi exatamente isso que aconteceu.

E em março de 2017, o Nintendo Switch foi lançado por um preço de U$ 300 dólares, rapidamente foi literalmente devorado pelos gamers!

Onde quer que fosse, o console estava esgotado. Houve uma seca no mercado, e levou tempo para resolver essa situação, ali já era possível ter uma percepção do que estava por vir!

Investindo cada vez mais no console e nos jogos a Nintendo acertou na mosca!

Zelda Breath of the Wild

Um dos maiores desafios no desenvolvimento de jogos é oferecer variedade de decisões e caminhos para o jogador. Com uma cadeia de caminhos, isso pode gerar uma teia de possibilidades e, por isso, os jogos ainda estão em sua maioria sequenciais. Ainda que ofereçam uma variedade maior, suas escolhas são limitadas, pois para cada uma delas é necessário que haja um direcionamento um caminho pré concebido. Talvez quando a computação quântica for uma realidade tangível, os jogos imitem a vida real, trazendo infinitas possibilidades e caminhos desconhecidos. Até lá, por enquanto, o que chega mais perto disso é o Zelda, Breath of The Wild.

Resultado de imagem para zelda breath of the wild

Zelda Breath of The Wild

O jogo é bonito e incrível mesmo, pra ilustrar, logo que começamos a jogar, já é possível enfrentar o chefão final do jogo!

Ainda vale a pena comprar o Nintendo Switch?

A estimativa de vida de um console, é de aproximadamente 5 a 6 anos. Não que ele vá parar de funcionar ou apresentar defeitos. O que ocorre é que assim como boa parte de tudo que tem alguma tecnologia embarcada, novos recursos vão surgindo, coisas inovadoras e surpreendentes e naturalmente o interesse se volta para o novo.

No caso do Swtich supreendentemente ele ainda está muito bem obrigado, e quem está na dúvida se compra ou não a nossa recomendação é compre com certeza. E depois que fizer a compra do seu console, passe em nossa loja e adquira uns Gift Cards para facilitar as compras dos jogos!

Alguns argumentam que os problemas do console devem ser levados em consideração, mas por aqui preferimos não entrar nesse assuntos afinal todos os consoles têm lá suas dificuldades e, para nós, isso é perfeitamente aceitável.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×